Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Hinos CCB 439 Cristo Me Ama ORGÃO E ORQUESTRA



SEJA BEM VINDOS





PROVÉRBIOS 8

1 Não clama porventura a sabedoria, e não faz o entendimento soar a sua voz?

2 No cume das alturas, junto ao caminho, nas encruzilhadas das veredas ela se coloca.

3 Junto às portas, à entrada da cidade, e à entrada das portas está clamando:

4 A vós, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens.

5 Aprendei, ó simples, a prudência; entendei, ó loucos, a sabedoria.

6 Ouvi vós, porque profiro coisas excelentes; os meus lábios se abrem para a eqüidade.

7 Porque a minha boca profere a verdade, os meus lábios abominam a impiedade.

8 Justas são todas as palavras da minha boca; não há nelas nenhuma coisa tortuosa nem perversa.

9 Todas elas são retas para o que bem as entende, e justas para os que acham o conhecimento.

10 Aceitai antes a minha correção, e não a prata; e o conhecimento, antes do que o ouro escolhido.

11 Porque melhor é a sabedoria do que as jóias; e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela.

12 Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e possuo o conhecimento e a discrição.

13 O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa, eu os odeio.

14 Meu é o conselho, e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.

15 Por mim reinam os reis, e os príncipes decretam o que justo.

16 Por mim governam os príncipes e os nobres, sim, todos os juízes da terra.

17 Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão.

18 Riquezas e honra estão comigo; sim, riquezas duráveis e justiça.

19 Melhor é o meu fruto do que o ouro, sim, do que o ouro refinado; e a minha renda melhor do que a prata escolhida.

20 Ando pelo caminho da retidão, no meio das veredas da justiça,

21 dotando de bens permanentes os que me amam, e enchendo os seus tesouros.

22 O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos.

23 Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra.

24 Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d'água.

25 Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci,

26 quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.

27 Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,

28 quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,

29 quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,

30 então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;

31 folgando no seu mundo habitável, e achando as minhas delícias com os filhos dos homens.

32 Agora, pois, filhos, ouvi-me; porque felizes são os que guardam os meus caminhos.

33 Ouvi a correção, e sede sábios; e não a rejeiteis.

34 Feliz é o homem que me dá ouvidos, velando cada dia às minhas entradas, esperando junto às ombreiras da minha porta.

35 Porque o que me achar achará a vida, e alcançará o favor do Senhor.

36 Mas o que pecar contra mim fará mal à sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.

OS CAMINHOS DE DEUS!

A paz de Deus


Num determinado presídio aonde tem a obra de Deus, nossos irmãos
que Deus chamou percebeu que o irmão que atendia o culto, na hora exortação
da palavra pôr um determinado tempo, pregava apontando para a parede, no
tempo certo Vou tirar você daqui, Vou chamar você neste santo caminho, Vou
te dar emprego e família nesta terra! Pôr muito tempo o irmão que atendia
foi caluniado que estava ficando louco pois na hora que Deus tomasse ele na
pregação da palavra era para apontar para a irmandade e não para a parede.

Passado algum tempo num culto no qual vinha irmãos visitar e
congregar com os irmãos no presídio, na hora da liberdade do testemunho,
levantou um irmão visitante agradecer, que um dia no passado tinha feito
coisas terríveis e foi parar nesse presídio, tinha muita vontade de
congregar com os irmãos, mas a vergonha e o medo era maior ainda, então
apontou na direção da parede aonde ficava do lado de fora que podia ouvir os
hinos, as orações e a santa palavra de Deus, bem no lugar aonde apontava o
irmão no culto, sempre ouvia aquelas palavras que Deus mandava na boca do
servo dizendo que ia tirar ele dali, ia dar emprego, esposa e ia chamar
neste caminho, sentia ferver seu coração quando ouvia essas palavras, hoje
agradeço, porque Deus me tirou desse lugar me chamou neste caminho, me abriu
as portas de emprego, preparou uma das suas filhas para ser minha esposa e
hoje Deus preparou de eu vim congregar com os irmãos
e agradecer pôr tudo que tem feito na minha vida.
Deus justificou o seu servo mostrando seu
Poder na vida daquele que crê!!!

Ouça o que ele tem a dizer